You Are Here: Home - Noticias , Tecnologia - O que vem por aí no E-commerce?

Desde Setembro de 2009 quando entrei na concorrência de um grande player de e-commerce  para fazer uma campanha de uma área do site, que eu estudo sobre esse mercado de vendas online. Confesso que foi paixão a primeira vista. O material que produzi para essa concorrência, claro sem citar o nome, está disponível em meu slideshare.net/felipemorais2309 assim como a aula que estou dando no MBA de E-commerce da Universidade Anhembi Morumbi. Ali tem muita, mas muita pesquisa e entendimento sobre como fazer um site vender mais.

Dentre essas pesquisas, análises e estudos, eu tive a oportunidade de entender o que “está por vir”. É obrigação de um profissional de planejamento estratégico digital, como eu, estar ou pelo menos tentar, estar sempre a frente sobre o que está por vir de novidades. E assim eu tento todos os meus dias.

Sendo assim, sem mais “ladainhas” vou apresentar aqui nesse artigo algumas coisas que estudei que estão vindo como tendências de e-commerce. Algumas, confesso, já estão sendo aplicadas no Brasil, mas pouco se vê, por isso, ainda podemos considerar uma tendência para, pelo menos, até 2012.

Social commerce: Quem pensa que social commerce  é apenas colocar uma loja dentro do Facebook está muito enganado. Social commerce é a venda de forma social. O case Levis Friends Store mostra isso. Eles expõe calças jeans no Facebook as pessoas curtem. A tendência é que as calças com mais “curtir” sejam as mais vendidas. Não basta ter uma loja é preciso engajar as pessoas. Isso é venda social.

Ofertas por Geolocalização: As pessoas precisam e vão permitir que as marcas lhe enviem uma mensagem em um momento que lhes é propício a receber. Por exemplo, as 12h30 na Avenida Paulista eu receber um SMS de um restaurante me oferecendo 10% de desconto se eu e um acompanhante formos comer lá.

Mobile commerce: O Brasil chegará a 250 milhões de celulares ativos no fim de 2011. As pessoas estão buscando e pesquisando mais nos aparelhos. Crescerá 180% as vendas de Smartphones no Brasil e devemos fechar com 30 milhões de pessoas que fizeram uma compra na web. Junte tudo isso e veja o potencial do Mobile Commerce no Brasil.

Publicidade móvel: Click to call. Pessoas veem o banner, clicam e compram com uma ligação aquele determinado produto. Não vai demorar muito e via SMS faremos isso também.

Lojas Exclusivas: Lojas multimarcas é o que domina o e-commerce. Basta ver as Top 10 a começar pela B2W e Nova.com. Vendem mais de 50 mil produtos. Algo interessante é abrir uma loja exclusiva dentro desses multiplayers oferecendo vantagens exclusivas.

Lojas oferecendo mais do que venda de produtos: Sites de esportes com blogueiros dando dicas de caminhadas, aplicativos para auxiliar a perda de peso. Aumenta-se o relacionamento com a marca. Relacionamento é o que vende na web.

Outlets dentro dos sites: A febre das compras coletivas não parece ter fim, então porque as lojas não fazem os seus saldões no próprio site? Os grandes varejistas online já fazem há tempos, porque lojas próprias não aderem a isso? Aqui entra também as vendas com produtos com defeito.

Realidade aumentada no auxilio de vendas: Nova experiência, o novo sempre chama a atenção. Pessoas colocam um papel na frente da webcam e podem ver uma roupa, um novo corte de cabelo ou até uma viagem.

Tem muita coisa para fazer. Basta ter a ideia!

Via OficinadaNet

0 comentários

Leave a Reply

Template desenvolvido por The Simplex Design e modificado por It's Rock © 2012

Todas as imagens de filmes, séries e etc são marcas registradas dos seus respectivos proprietários