Chineses pedem ajuda a Barack Obama através do Google+

No último final de semana, a página do presidente americano Barack Obama no Google++ foi inundada por mensagens postadas por usuários chineses que pediam o apoio do político sobre a falta de liberdade de expressão e bloqueios impostos pelo governo chinês.

Comentários em chinês na página de Obama no Google+ (Foto: Reprodução/CNET)

Segundo reportou o CNET, durante todo o final de semana, a página de Obama no Google+, novo serviço social do Google, foi inundada por comentários de chineses que, provavelmente se aproveitando de uma brecha no rígido controle imposto pelo governo da China, chamavam a atenção do presidente para as questões ligadas aos direitos civis no país.

De acordo com o site, os comentários foram inseridos em todas as publicações da página, mesmo aquelas que já estão no ar há mais de um mês e continham mensagens como “Sr. Presidente, por favor, preste mais atenção nos direitos civis chineses”, “o governo chinês não representa o povo chinês” e “eu quero um Green Card”.

Apesar de não ter ficado muito claro como os usuários tiveram acesso ao serviço social do Google, a Reuters acredita ter havido uma falha temporária no serviço do governo chinês que promove a censura na Internet do país. Há, inclusive, especulações que levam a crer que os censores podem ter esquecido de bloquear o acesso ao Google+ através do serviço de telefonia móvel.

Independente de como se deu o acesso ao serviço, como os comentários pararam de ser postados na última segunda-feira (27/02), aparentemente o problema foi sanado pelo gorverno chinês. Segundo a Reuters, o Google nega ter feito qualquer modificação em seus serviços para permitir o acesso a partir da China.

Via CNET, Techtudo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pages