A AMD queria era comprar a NVIDIA

Falta de acordo sobre a direção da nova empresa impediu o negócio de acontecer.


Cerca de seis anos atrás, em 2006, a AMD comprou a ATI em busca de abocanhar o mercado de GPUs. O negócio de 5.4 bilhões de dólares foi uma gigantesca movimentação entre empresas de tecnologia, contestada por alguns analistas, elogiada por outros.

Pois segundo um relatório da Forbes, um ex-funcionário da AMD teria revelado que a NVIDIA era, na verdade, a primeira opção de compra da companhia, porém, o CEO da companhia, Jen-Hsun Huang, teria insistido em ter o cargo de chefe executivo da nova empresa combinada – e isso impediu o negócio de acontecer.

Hoje em dia é difícil dizer o que poderia ter acontecido, mas o fato é que enquanto a AMD perdeu mercado significativamente nos últimos tempos, a NVIDIA cresceu de forma sólida, assumindo a ponta nas vendas de GPUs e crescendo com força também nas plataformas móveis, com os seus potentes processadores Tegra. Será que há algum arrependimento por parte da AMD?

Via Tecmundo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pages