A AMD queria era comprar a NVIDIA

Falta de acordo sobre a direção da nova empresa impediu o negócio de acontecer.


Cerca de seis anos atrás, em 2006, a AMD comprou a ATI em busca de abocanhar o mercado de GPUs. O negócio de 5.4 bilhões de dólares foi uma gigantesca movimentação entre empresas de tecnologia, contestada por alguns analistas, elogiada por outros.

Pois segundo um relatório da Forbes, um ex-funcionário da AMD teria revelado que a NVIDIA era, na verdade, a primeira opção de compra da companhia, porém, o CEO da companhia, Jen-Hsun Huang, teria insistido em ter o cargo de chefe executivo da nova empresa combinada – e isso impediu o negócio de acontecer.

Hoje em dia é difícil dizer o que poderia ter acontecido, mas o fato é que enquanto a AMD perdeu mercado significativamente nos últimos tempos, a NVIDIA cresceu de forma sólida, assumindo a ponta nas vendas de GPUs e crescendo com força também nas plataformas móveis, com os seus potentes processadores Tegra. Será que há algum arrependimento por parte da AMD?

Via Tecmundo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ganhar dinheiro para avaliar produtos: uma prática comum na internet

Ilusão de ótica: teste online deixa sua visão distorcida

Elétrico é eleito o carro do ano de 2012